Poemas

A gota

Transparente; Puro; Real e Seu brilho fatal. Vem lá de cima, Dá a vida, mas também tira. Tão pouco ao nordeste, Desequilibra! Família grita: "Senhor Prestes" Caí aqui, Socorre o sudeste! Transparente nas consequências, Com muitas influências. Desmata e mata, A mata grita: "Socorro" Ó mãe natureza, Perdoe nossa impureza, Não distinguimos riquezas, Mas a… Continuar lendo A gota

Anúncios
Tic tac Tic tac
Poemas

Me tira o tempo

Um abraço Um beijo Um toque Um cheiro Tic tac Tic tac Quanto custa isso em tempo?   Minha mente mira Teu sorriso vinga Meu abraço laça Logo tu o faz de casa Tic tac Tic tac O tal do Tempo passa   Risos bobos Até pão tem graça Olhares profundos Possível ver teu mundo… Continuar lendo Me tira o tempo

Poemas

Sinto fome

Sinto fome, Fome não sei do que, mas sinto. -Preciso de ar. Não basta respirar, necessito sentir, Sentir a pureza que me limpa por dentro. Dentro de mim, hoje está vazio, Vazio de riquezas e crenças no futuro. Admiro o passado, O passado que lá deixei, Deixei para poder viver. Ilusão! Vivi o passado que… Continuar lendo Sinto fome

Poemas

Quando

Quando tudo parecer mentira, Não pira! Quando todos gritarem, Se cale! Quando estiver frio, Se emocione! Quando o silêncio reinar, Não chore! Quando você pensar que te abandonei... Lembre-se que você esperou muito o "quando" E que eu nunca saí daqui. Abra os olhos e veja: Atrás da mentira existe uma verdade sofrida; Os gritos… Continuar lendo Quando

Poemas

E depois as noites, e os dias, e morte entre eles…

Nos minutos que acabam…

O poeta e os outros eu's

E depois as noites, e os dias, e morte entre eles…

Quantas vezes são as noites o princípio de tudo,  
 – Ou um mero fim do nada que começou?
Nessa edificação do pensamento humano, na luta vã
Quiçá inglória entre a emoção e a razão tolhida pelo sentimento,
 Entre um amor e o outro, ou a certeza de estar onde nunca esteve
Espera, espera, espera… na certeza divina que o sol nasça
 Que ilumine a terra inteira ou metade da mesma, a metade certa.
Sem que a alma saiba, que morre um pouco a cada nascimento,
 Nessa luta destravada entre um órgão e o outro…

Ainda que a razão tolhida esteja pela droga viciante de um copo vazio,
Nunca a emoção ganha, apenas se condena
Ao sofrimento ardente do inferno da luz…
 Ainda que a luz só ilumine a metade certa…
 Do lado errado da vida…

Alberto Cuddel
03/01/2019

Ver o post original

Poemas

Amores, egos modernos

- Oi! Um beijo e risos alheios. - O tempo? Passou tão de pressa que perdi a noção. Já são seis horas. -E agora? Nem me aprumei. O cabelo está ok; - Mas a roupa não sei!? Celular carregado e - Espera, falta o batom! O 4G já está ligado; - Ai, não combina esse… Continuar lendo Amores, egos modernos

Poemas

Desculpe meu jeito

Oi, desculpe meu jeito, Era pra ser um poema ou algo tão belo que te fizesse emocionar, Mas não encontrei rimas que chegassem à altura de seu olhar. Somos bobos! Tolos são aqueles que não entendem nosso encontro. O abraço que se dedica à ser meu abrigo, Amigo! Suspiro ao relembrar o primeiro toque, o… Continuar lendo Desculpe meu jeito