Eu, o você de amanhã

Olá, preciso muito que me ouça. Isso não é um sonho, mas para não enlouquecer, então prefiro que pense que é. Assim que acordar, tudo será como era pra ser, mas você estará diferente. Então… Cara jovem humana e guerreira, entenda uma coisa: Se você não fizer, outro irá fazer… E não será por você!… Leia mais Eu, o você de amanhã

Ela não se mostra

Sempre sorrindoE por dentro, às vezes chorandoCaminha olhando pra frenteCabeça erguida e nem sempre descontente. Dá o ombro Se preocupa Ouve histórias E não julga Quer amar Olhar no espelho Se enxergar Não o fútil Não o raso É profunda E incomparável É pilar Quer ficar Evoluir Se entregar Ninguém enxerga Ela não se mostra… Leia mais Ela não se mostra

Simples e romântica

Uma dose de vinho, lua cheia e as estrelas. A brisa, janelas abertas e a vontade. A fogueira que aquecia, risos bobos sem maldade. – A canção. Cabelos ao vento, pés descalços levantando a areia. Dançante, contente e olhar inocente. Mesmo sem rimas era poesia. Era tão pouco, mas o necessário. Não precisa de muito,… Leia mais Simples e romântica

Chuva de março

O sol? Não está em seu melhor dia; O verde é da mata; Nuvens que escondem o rei; Terra vermelha vira barro; Quero-quero se irrita ao seu ninho defender; Terra firme e traiçoeira, Na colônia, ameaça a indústria inteira e a rainha fica em estado de atenção. Raízes fortes e vivas contra o tempo; Bichos… Leia mais Chuva de março

Desculpe meu jeito

Oi, desculpe meu jeito, Era pra ser um poema ou algo tão belo que te fizesse emocionar, Mas não encontrei rimas que chegassem à altura de seu olhar. Somos bobos! Tolos são aqueles que não entendem nosso encontro. O abraço que se dedica à ser meu abrigo, Amigo! Suspiro ao relembrar o primeiro toque, o… Leia mais Desculpe meu jeito