Poemas

Até breve

Foi em teus olhos notei o que era.

Tua boca mentia,

A ira de amar.

Queria tua boca beijar,

Mas o mar…

Em desejos fizeram naufragar.

Caminhei com os andantes

Em caminhos constantes de insanidade

A tal da liberdade te libertou de mim,

Embora teus olhos mais de uma vez revelassem…

Era pra ficar;

Queria ficar;

Em teus olhos notei e

Só eu fiquei

Olhei a lua e

Enxerguei você.

Amanheceu!

Até breve.

A próxima lua é cheia,

A tia da Vila Leila

Dissera ser sobre o “inovar”,

Mas que não dura a lua inteira

Essa vontade de ficar.

Tudo é fase. A lua é de fases!

Talvez na próxima, estarei mais evoluída.

Francielle Cordeiro

5 comentários em “Até breve”

Deixe uma resposta para Francielle Cordeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s