A platéia 

Entra dia e sai dia…
Tudo é como antes, mas não há nada igual.
Uma história, duas histórias, três histórias.
Quem se importa?

O roteiro é sempre o mesmo,
Mundo grande, mundo pequeno.
O que difere são as interpretações de cada personagem.
Uns grandiosos,
Outros sem coragem.

A platéia se encanta;
A platéia se distrai;
A platéia canta,
A platéia quer sempre mais.

Grandioso é o mocinho,
Mas o que seria dele se não fossem os vilões?
São os mais interessantes,
Essências no reinado dos leões.

Precisamos desse equilíbrio.
Precisamos do justo e da justiça.
Precisamos da casa e do lar.
Precisamos de tudo aquilo que nos faça imaginar.

E se?
E se?
Não, calma!
Mas e se?
Chega!
A cortina até se fecha,
Mas do autor a gente lembra.
Uma história, duas histórias, três histórias.
Quem se importa?

Francielle Cordeiro

Anúncios

9 comentários em “A platéia 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s