Poemas

Acredito na outra metade

Precionada hoje estou.
Mulher, qual é que é?!
O tempo passando,
O mundo girando,
Todo mundo se ajeitando
E você ficando?!

Liberdade eu queria,
Ilusões apareciam.
Me faziam acreditar
Que com Ele iria me casar.

As horas passam,
Mas não tenho pressa.
Me respeitem ora essa!

Se for pra minha vida compartilhar,
Algo em mim precisa acionar.

Talvez as borboletas no estômago,
Involuntariamente umas das pernas levantar aos lábios tocar,
Sentir saudade daquele ombro
Quando sentir vontade de chorar.

Se não for assim, não quero.
Espero!
Vou vivendo e me refazendo.
Preciso de mim por inteiro.

Acredito na outra metade,
Mas não por vaidade.
Entenda coração,
Não vá pela sociedade!

“O mais incrível é que ninguém pergunta se estou feliz! ”

Francielle Cordeiro

7 comentários em “Acredito na outra metade”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s