Dizem que o abraço cura

O abraço cura
Acalenta tua fé
Tua alma nua
Aguardando o que vier

Não faço milagres
Algumas vezes sou covarde
Alguns olhos profundos gritam
E uma luz me invade

Canalizar o que é puro
Lhe tiro do escuro
Teu corpo é o recipiente
Que precioso por na frente

Dar abraços não costumo
Lhe repito: Não curo!
Precisas estar aberta
Aceitar essa oferta
Não quero nada em troca

Não sei como explicar
Não é recíproco
Mas preciso lhe abraçar
O recipiente oco
Apenas um esboço do que a falta de fé pode causar

Tenho fé e canalizo
Tu precisas aceitar
Não só imaginar
Mas desejar

Tu és o recipiente
Canalizo minha fé
Dizem que o abraço cura
Rotulem como quiser

Francielle Cordeiro

11 comentários em “Dizem que o abraço cura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s