Poemas

Deixar de sonhar

“Deixar de sonhar é cometer suicídio”. Pois é, algumas vezes deixamos de acreditar em nossos sonhos, pois o fardo é muito pesado para fazer realizar, mas não podemos e sabemos que desistir deles, é matar um pedaço da nossa história. Viver por viver é vegetar. Independente de religião ou crença, temos dentro de nós uma força que nos impulsiona a ir além e atingir o tal do impossível. Como? Não existe uma fórmula matemática exata, mas o fato é que todos temos uma função nesse plano e que as falhas são necessárias para o aprendizado, as críticas são essenciais para dimensionar nossas vitórias e que cair é fundamental para a sabedoria.
Desistir? Não! Adiar talvez, mas disistir… Nunca!
Pare e imagine você com 70 anos de idade, sentado num banquinho na varanda olhando para o nada e se perguntando: Como seria se tivesse tentado?
O tempo vai passar, você tentando ou não.

@desenrolacordeiro

Francielle Cordeiro

Anúncios

9 comentários em “Deixar de sonhar”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s