Minha Primeira Vez

Obra abstrata

Foi numa noite dessas que entramos em um questionamento. “O que é o amor e o que é a vida?”.
Sou do grupo daqueles que acreditam no RESPEITO como o amor verdadeiro.
Não colocarei a culpa da minha descrença no amor em minhas experiências amorosas passadas, mas posso sim afirmar que, me ajudaram a perceber que ele não surge no desejo da carne ou pelo egoísmo de possuir alguém, mas na construção diária de respeito que gera admiração e vontade de estar junto.
Não há nada mais abstrato quanto o amor!
Amor de pai, mãe, irmão, enfim… Amor de sangue.
O amor é como uma linda obra de um artista anônimo.
Um rabisco para uns e uma magnífica tela valiosas para outros.
Podemos ver tudo ou simplesmente não ver nada.
Cada pessoa tem uma forma diferente de enxergar a vida, principalmente quando falamos dela… A VIDA.
São os diferentes olhares que fazem do mundo ser o que é, pois um olhar pode direcionar tanto para o bem quanto para o mal.
E essa vida abstrata que faz com que os diversos entendimentos mudem os caminhos de cada indivíduo.
Por que as coisas são tão confusas?
Por que não é fácil de resolver os questionamentos que nós mesmos complicamos? As vezes temos as respostas, mas…
Seja la qual for a resposta, continuarei a observar a mais bela obra de um artista anônimo. A Vida!

Francielle Cordeiro.

03/2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s